Publicações

06/11/2018 20:18

GOVERNANÇA DOS RECURSOS HÍDRICOS E EVENTOS CLIMÁTICOS EXTREMOS: A CRISE HÍDRICA DE SÃO PAULO

Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômico da Universidade Estadual de Campinas para obtenção do título de Doutor em Desenvolvimento Econômico, área de concentração Desenvolvimento Econômico, Espaço e Meio Ambiente.

Tese de BRUNO PEREGRINA PUGA - Defendida em 23/02/2018

RESUMO
A gestão dos recursos hídricos envolve uma enorme coordenação entre diversos atores  níveis institucionais. Os problemas que afetam a provisão e a qualidade dos recursos hídricos são difusos e envolvem distintos interesses e visões sobre a melhor forma de alocação do recurso. A política ambiental evoluiu de uma forma centralizadora, desempenhada principalmente pelos Estados, para a inclusão de diversas escalas institucionais e atores sociais, objetivando uma descentralização da gestão ao nível da bacia hidrográfica. A reforma hídrica brasileira completou duas décadas com avanços, mas também com problemas estruturais que impedem uma gestão mais efetiva. Eventos climáticos extremos, como secas e enchentes, colocam em cheque os sistemas de governança hídricos, testando seus limites e gargalos. Quando tais eventos resultam na ocorrência de crises hídricas, podem também revelar as falhas institucionais para lidar efetivamente com os novos desafios colocados pelas mudanças climáticas. O objetivo geral desta tese é compreender como os atores, instituições hídricas e sistemas de governança lidaram com uma crise hídrica alavancada por um evento climático extremo de seca na Região Metropolitana de São Paulo (RMS) entre 2013 e 2015. Ao utilizar uma abordagem institucional, esta tese foca em três aspectos principais da governança hídrica: a distribuição de poder, capacidade adaptativa e capacidade de mudança institucional através da aprendizagem política.


Palavras-chave: governança dos recursos hídricos, eventos extremos, mudanças climáticas, gestão de recursos hídricos, análise institucional.

Puga, Bruno Peregrina, 1986- Governança dos recursos hídricos e eventos climáticos extremos : a crise hídrica de São Paulo / Bruno Peregrina Puga. – Campinas, SP : [s.n.], 2018.
Orientador: Ademar Ribeiro Romeiro.
Coorientador: Roldan Petros Muradian Sarache.
Tese (doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia.

O original está na página: http://repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/332313/1/Puga_BrunoPeregrina_D.pdf


Titulo fixo
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo